quarta-feira, 2 de março de 2011

Assembleia Legislativa vai à Brasília discutir o novo Código Florestal

Conscientizar os parlamentares federais da necessidade de um novo Código Florestal que atenda aos anseios de cada região do País, de forma individualizada e realista. Dessa forma o deputado estadual Valter Araújo (PTB), presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia, definiu a viagem de 21 deputados estaduais à Brasília para apoio ao relatório do deputado Federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP). A comitiva de parlamentares estaduais se reuniu na manhã de hoje (1º) no gabinete do deputado Aldo Rebelo para discutir o roteiro de visitas aos parlamentares federais em busca de apoio ao novo código.

Aldo Rebelo explicou que esse novo código visa resgatar todo um setor produtivo brasileiro que foi e está sendo ainda prejudicado por uma “falsa” moralidade dos chamados ambientalistas. Rebelo também disse que o novo código não pretende abrir novas frentes de desmatamento ou outra coisa do gênero. “O que queremos é que aquelas áreas, antes já produtivas, sejam despenalizadas e que voltem a ter o seu valor produtivo para que a mesa do brasileiro por ser mais e melhor abastecida” - disse Aldo.

Por sua vez o presidente Valter Araújo salientou que o Estado de Rondônia, a exemplo de outros Estados, vem sendo penalizado com uma legislação florestal que não observa peculiaridades inerentes à cada região e isso deve acabar, pois o setor agropecuário tem que receber incentivo e não perseguição.

No encontro com o deputado Aldo Rebelo, os parlamentares de Rondônia fizeram questão de destacar apoio ao relatório que visa corrigir essas injustiças cometidas ao longo do tempo contra os produtores que, segundo eles, são cercados em suas propriedades e “acuados” pelos pseudo defensores do meio-ambiente.

Na parte da tarde ocorreu um amplo debate no Auditório Nereu Ramos na Câmara dos Deputados para que o relatório e o novo Código Florestal sejam discutidos em detalhe por parlamentares e interessados no assunto.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário